domingo, 2 de março de 2008

Coleta de peixes no Igarapé Mucajateua

Durante o Carnaval deste ano eu visitei a cidade de Igarapé Miri, município natal de toda minha família e onde alguns ainda mantém residência. Eu desde criança conheço os igarapés da cidade, que aliás tem muito deles, como o próprio nome já sugere, mas nunca os tinha visto com os olhos de um aquarista e foi assim que pela primeira vez em anos indo aos mesmos igarapés apenas com o intuito de tomar um banho eu fui atrás de espécies de peixes nativas para fotografar e trazer a vocês leitores do Blog.

A expedição foi pequena, fui em apenas um Igarapé e fiquei pouco mais de uma hora pois já teria de voltar à Belém em pouco tempo, mas consegui fotos de algumas espécies interessantes.

Vamos às Fotos.

O Igarapé é cortado por uma estradinha de piçarra, esse é o lado mais profundo e com menos correnteza, lar do ciclídeos maiores como o Acará Festivo (Mesonauta festivus) e outras espécies mais difíceis de reconhecer pela cor da água e por se esconderem muito bem entre as raízes e plantas nas margens.

O Biótopo é exatamente como a maioria das pessoas imaginam um biótopo amazônico, água muito limpa e com cor de chá, devido à grande quantidade de folhas, troncos e raízes na água e pouca vegetação, apenas algumas Ninphaeas.


Essa é a outra parte do igarapé que fica do outro lado da estradinha, água bem rasa e corrente, e preferida de várias espécies de Tetras.


Exemplar de Jacundá (Crenicichla sp.) capturado.




Alguns Tetras coletados e ainda não identificados por mim, se alguém tiver alguma sugestão é só deixar um comentário.



E por fim, um Apistogramma agassizi, foram coletados três machos da espécie e foram os únicos peixes que levei pra casa, no próximo Post comento sobre o transporte deles pra Belém e posto fotos dele atualmente no meu aquário. As fotos infelizmente não ficaram muito boas.


3 comentários:

NaturePlanet disse...

Fala Dennis!
A primeira espécie de tetra provavelmente é o Hyphessobrycon bentosi.
Abraço

Dennis Quaresma disse...

Grande Ricardo, meu leitor mais assíduo! =D

É, o primeiro Tetra eu desconfiei desde quando vi no igarapé ainda se se tratar de um Bentosi ou de Rosácio.

Obrigado pela dica! Abraços!

:DouG disse...

Lindas fotos Dennis parabéns, belas cores e bem definidas, com ótima iluminação. Seu blog é bem interessante.